sábado, 10 de abril de 2010

Memórias destruídas











Cristiano Silva Rato*


Se tudo fosse real,
escreveria imagens como se fossem cicatrizes,
e curvaria os longos anos chamando-as de meretrizes.

No luto prazeroso de não saber se o "se" é realmente tudo,
luto então contra a aniquilação da minha (e somente minha) humanidade.

Espero no centro do furacão onde o vento é harmonioso,
de onde filmo com prazer dados esquecidos
e discretos carinhos perseguidos.

*cristpsilva@gmail.com